AdSenseV

quinta-feira, 9 de dezembro de 2021

Os maiores erros da CZB: BRF, VALID, ULTRAPAR - por que desisti | CIELO, COGNA - por que continuo

A grande maioria das pessoas costuma esperar uma história de sucesso de como ficar rico. De como alguém comprou bitcoin por 8K e hoje tem 320K achando que se comprar hoje vai conseguir o mesmo retorno...

Ao invés disso, acho que a gente aprende mais com relatos de erros com o intuito de tentar evitá-los, tais como esse: O que aprendi ao perder 1 milhão de dólares.

Tento sempre registrar o motivo pelo qual investi em um ativo. Lá na frente faço uma análise para entender se errei ou acertei. Se considero que errei, como nos 3 casos que listarei nesse post, vejo qual lição posso tirar.

ERROS COMETIDOS NA ESTRATÉGIA BUY AND HOLD

Muitos dos defensores da estratégia B&H só falam do lado bom e esquecem de mencionar o que fazem quando as coisas não vão tão bem. Até hoje o Canal do Holder não falou mais nada de Cielo desde o último resultado de 2019. Sem desmerecer o seu trabalho, os vídeos dele são ótimos. 

Por ser uma estratégia bem focada no longo prazo, no B&H a gente tenta focar na qualidade dos ativos, para ir compensando os erros, pois uma coisa é certa na vida: vamos fazer besteiras.

Um erro comum a todos os ativos que escolhi: o da pressa, especialmente a pressa em diversificar. Por vezes é a ânsia de aproveitar a "oportunidade de uma vida", como tantos vendem por aí.

Outro erro foi escolher várias empresas com margens de lucro tão baixas. Às vezes é algo inerente ao negócio, que ainda assim pode ser bom se compensar na escala, mas com o tempo vi que não foi o caso dessas 3 empresas.

BRF (BRFS3)

A impressão que tenho é que a BRF nunca conseguiu concluir a fusão Sadia-Perdigão e até hoje sofre com isso. Mesmo sendo uma das maiores empresas do setor de alimentos do mundo, atuando em mais de 140 países.

O mais incrível é que a Sadia era uma ótima empresa que graças a imprudência de gestores que decidiram investir pesado em derivativos foi engolida pela concorrente Perdigão, que não calçava nem a chuteira dela.

A história é contada nessa matéria. Por ser muito longa não li tudo mas destaco esse trecho: "No dia seguinte, às oito e vinte da manhã, o diretor-financeiro Adriano Ferreira entrou chorando na sala de Walter Fontana Filho. A Sadia acabou perdendo 2,5 bilhões de dólares."

Já faz vários anos que só apresenta resultados desanimadores mas eu ainda botava um pouco de fé quando chegou o Pedro Parente pra tentar botar ordem na casa. Foram planos de desinvestimentos desse tipo que ajudaram a tirar a Petrobrás do buraco na época em que ele esteve por lá. 

Mas nem ele resolveu as tretas, então desisti do case. Pode ser uma opção tática para quem quiser ganhar a curto ou médio prazo apostando em uma possível fusão com a Marfrig.

Enfim, quando entrei em BRFS3 em novembro de 2014 eu queria uma empresa do setor de alimentos para a CZB. Poderia ter analisado com mais calma, sem pressa, e optado por M Dias Branco que é bem melhor, algo que fiz anos depois.

VALID

Já faz tempo que perdi a fé nela, apesar do ótimo resultado no último balanço. Em julho de 2015, quando entrei nessa pensei em apostar numa small cap, algo na área de TI. Uma empresa focada em serviços de autenticação que tinha uma percepção que cresceria muito com o tempo.

Em 2015, se esperava uma entrada forte no mercado americano, que sua operação lá seria maior que aqui. Baseando na decisão de migração de cartões magnéticos para chipados desse mercado. Além disso havia: contratos de fornecimento de CNH, SIM cards e por aí vai mundo afora.

Até 2015/2016 dava resultados satisfatórios mas de lá pra cá só piorou e com isso a cotação caiu junto. Em 2015 foram emitidos cerca de 9M de ações a R$44. Se venderam é porque a gestão achou ela bem precificada a esse valor. Diluíram os acionistas existentes. Em 2019 a R$16 houve quem apostasse nela por conta de contrato para impressão de provas do ENEM e pela compra da startup Agrotopus.

A realidade é: PL e receita estacionada faz uns 4 anos; últimos lucros registrados menores que os de 2011; margens caindo ainda mais. Poucas perspectivas. O que explica a cotação beirando os R$7-R$8 para algo que comecei comprando a R$51 em 2015...

Acho que há até algumas empresas mais decentes na área de TI no Brasil para investir, mas nem se comparam com as opções existentes nas bolsas mundo afora.

ULTRAPAR

Quando entrei em setembro de 2016 parecia ser promissora mas parece não ter administrado bem sua diversificação de negócios e então se perdeu no tempo.

Desde a mudança na política de preços da Petrobras em 2017 que ela só apanha. A fim de reduzir as linhas de negócio, vendeu Conectcar e Oxiteno, além de Extrafarma para a sua concorrente Pague Menos. 

Tenta arrumar a casa mantendo apenas Ultracargo, Ultragaz e Ipiranga, procurando focar mais no refino aproveitando o espaço deixado por Petrobrás no segmento.

Dívida líquida aumentando de forma crescente nos últimos 10 anos, EBITDA caindo, lucrando menos. Com a perda de produtividade e essa piora a cotação caiu. 

Eu sinceramente nem lembro porque entrei nessa. Não é uma empresa ruim, acho até superior às outras 2, mas existe melhor.


COMO ELAS FICAM NA CZB?

Batalha Cat pensando na besteira que fez...

Como já falei em posts anteriores, gostaria de enxugar a CZB. Com menos ativos, tentar focar nos de maior qualidade, o que daria até menos trabalho para administrar a carteira.

O que fiz à medida que observei os problemas e vi que não eram negócios tão bons assim com o tempo foi diminuir as alocações até chegar ao ponto de parar de aportar neles.

Agora a ideia é me livrar de todas as 3 em algum momento. Hoje estaria perdendo cerca de 40% do valor aplicado. Gostaria de ao menos recuperar o que investi quando (e se) a cotação bater ou chegar próximo do meu PM, mesmo sabendo que estarei perdendo dinheiro se considerar a inflação, custo de oportunidade e etc mas que se dane. 

Poderia assumir o prejuízo e partir pra outra mas pra investir em que? Pra mim já deu. Faz parte do jogo. E por mais que não sejam empresas tão boas, ainda assim estão longe de falir.

Zé Batalha só esperando a hora de plantar o machado nessas 3


CIELO e COGNA - POR QUE CONTINUO

E ainda continuo em CIELO e COGNA mesmo com perdas até maiores. Por que?

CIELO teve seu modelo de negócio muito afetado com toda a concorrência das maquininhas, chegada do PIX, entre outras coisas. 

Apesar de obviamente ser muito difícil voltar a lucrar os R$4 bi/ano de outrora, ainda é uma empresa que dá lucro, líder de mercado e bem gerida. Não parece ser tão eficiente como Stone mas esta passa pelos mesmos desafios e caiu muito esse ano também.

Não tá fácil pra ninguém, mas tem quem diga que essa que é "a boa"...

Na marcação de mercado as perdas são grandes é claro. Pra você ter uma ideia cheguei a comprar a R$26 algo que vale cerca de R$2,60 hoje... Já fui bem mais otimista como registrado aqui mas ainda continuo nela.

A empresa tinha praticamente um monopólio e então começou a ser afetada por uma forte concorrência. Veio a COVID e então muito menos vendas passando por suas maquininhas. Dívida Líquida / EBITDA aumentando bastante.

Quanto a COGNA a pandemia foi um soco no estômago. Obrigou ela a acelerar de forma emergencial toda o seu projeto de EAD. Ainda assim deu muita sorte em fazer uma emissão bilionária a R$11 pouco tempo antes do início da pandemia.

EBITDA melhorou no 3T21. Dívida Líquida / EBITDA reduziu de 3 em 4T19 para 2 no 3T21. Pra quem acredita eles afirmam que concluíram o turnaround. Tem uma ótima gestão. Ainda boto fé. Há um déficit educacional muito grande ainda no país. 

Mas é óbvio que o momento ainda é péssimo. Sofre muito com a pandemia e evasão. EAD cresce bastante mas tem o ticket mais baixo.


POR FIM

RV é assim: Lembro de ver essas 2 ações batendo R$4 e eu achando que não tinha mais pra onde cair. Pra quem acredita ainda na empresa nessas quedas dá pra acumular muitas ações comprando mais barato.

Mesmo com todas as perdas citadas, a CZB se mantém positiva pois há outras que compensam. Muito do que essas aí me lascaram tenho proventos e uma WEGE que compensa praticamente tudo hoje, e o mais interessante é que este é o ativo de melhor performance na CZB-Ações e nunca foi considerado "barato" pelos analistas...

12 comentários:

  1. Assume o prejuízo e esquece essa de atingir o PM. Investir em quê? Vc mesmo respondeu: Wege.
    Tem outras excelentes opções de empresas novatas na B3, entre elas destaco Vivara, Petz, Vamos, Grupo Mateus... basta estudar e não parar no tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon,

      WEGE é a meu ver a melhor empresa da bolsa na minha opinião, mas não necessariamente a melhor ação. Já estou sobrealocado nela por conta do ótimo desempenho que teve. Em ações da CZB eu prefiro aportar em EGIE, por exemplo, que ainda estou mais distante da meta de alocação.

      Mas valeu pelo feedback aeh pae

      Excluir
  2. Bom dia ZB! Realmente os pontos que você colocou são muito importantes. Hoje em dia com a quantidade de Youtubers "vendendo" informações não completamente corretas é gigantesca. Um grande trabalho é filtrar o que realmente é útil ou não nós vídeos que assistimos (ou posts que lemos). Eu pessoalmente me considero um B&H e foco em investir em empresas consolidadas com lucros recorrentes e negociadas a parâmetros atrativos. Não gosto de vender ativos, apesar de uma vez ou outra ficar puto com um ativo e vender. Outro ponto que considero é investir em empresas de áreas que acredito pro futuro. É por esse motivo que não acredito na Cielo. Esse setor tem uma concorrência absurda e não vejo muito futuro pra ele (ainda mais com o Pix entrando). Cogna já acho que tem futuro, mas não gosto do setor...
    Mas isso é minha filosofia (cada um tem a sua)...e posso estar completamente errado...kkkk
    Grande abraço!
    VVI - vvibr.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala VVI!

      Me considero um B&H também. É bem raro eu vender posições, só em situações como as que citei no post. Quanto a Cielo e Cogna, como falei ainda boto fé mas com alocações bem mais reduzidas do que no início.

      Como você falou, cada um com a sua estratégia hehehe
      Espero que a gente seja bem sucedido nelas!

      Abração!

      Excluir
  3. Olá, ZB.

    Dessas aí que eu tinha e vendi: Ultrapar e Cielo. Continue com Cogna, mas pretendo vendê-la daqui um tempo se as coisas não melhorarem.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Em ações, é quase impossível não cometer um erro de avaliação, até porque os resultados das empresas podem se deteriorar ao longo do tempo, esse é o risco de investir em empresas.

    Enfim, não gosto de empresas com margem apertadas e evito ao máximo alguns setores: aereo/turismo, proteína animal, varejo e etc. Mesmo optando por setores "mais perenes", cometi alguns erros também com a Copasa (já vendi) e Sanepar (deixei uma ordem de venda até cancelar). Não vou esperar bater o PM, ações são como sementes e se não dão frutos, melhor serem trocadas logo.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, CD!

      Entendo bem seu racional. Minhas maiores alocações são em ativos de maior qualidade.
      Quanto ao que você citou, estou saindo da proteína animal mas ainda tenho um pouco de CVC (turismo) também... rs

      Abraço!

      Excluir
  5. Tenho Cogna também e o negócio é acreditar que as coisas vão melhorar nos próximos anos com a volta ao normal nas escolas etc..

    Cielo eu sempre vi ser mto elogiada pela sua ótima gestão, o que sempre tive medo e por este motivo nunca aportei é a questão da forte concorrência no setor, uma barreira de entrada baixa, o surgimento do pix tbm afetou bastante, já que o comerciante não paga taxas pra receber e pode incentivar o pagamento através dele..

    Acho que a Cielo tem que buscar outras formas de investimento para voltar a crescer, eles tem uma boa governança, isso ajuda muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo demais, Rodrigo

      Cielo vai ter que se reinventar. As coisas nunca mais serão como naquela época que tinha o monopólio das maquininhas. Nada vai ser mais daquele jeito, mas ainda boto fé na gestão.

      Excluir
  6. Excelente post, Zé. Como sempre :)

    eu tb tenho cogna e estou segurando por pontos semelhantes aos seus.

    fico feliz de ver um post como esse contanto para os incautos todas as agruras de investir e como o processo vale a pena, mas sempre tem desafios, erros, atitudes incorretas e reflexão para evitar erros futuros.

    grande abraço
    P.I.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pelo feedback P.I. !
      Tamo junto aeh na perseverança de Cogna hehe

      Abração!

      Excluir